Tecnologia RFID: O que é e como funciona

27 de setembro de 2018 - Tecnologia

 

Pessoa utilizando a tecnologia RFID

Check-in, cadastro, compra, comunicação e segurança são variáveis chave para proporcionar uma boa experiência ao público do seu evento. Com todos esses processos acontecendo simultaneamente, é preciso planejamento para não gerar filas imensas e reclamações dos participantes.

Ultimamente, grandes eventos como Rock In Rio e Lollapalooza, estão resolvendo esses problemas de uma maneira diferente. Os antigos tickets de papel estão sendo substituídos por pulseiras equipadas com uma tag (etiqueta) RFID.

Você deve estar se perguntando: O que de tão especial essas pulseiras possuem, certo?

É exatamente isso que iremos te contar nesse post. Se você ainda não conhece a tecnologia RFID e o que está por trás dela, seus problemas acabaram!

Confira abaixo!

O que é tecnologia RFID?

RFID significa: identificação por radiofrequência. Ou seja, é um método de se identificar algo através de sinais de rádio. Esse método surgiu na Segunda Guerra Mundial e sua finalidade era identificar os aviões inimigos que sobrevoavam as bases aéreas.

Como funciona o sistema RFID?

O sistema é composto por uma antena, uma etiqueta de radiofrequência (que contem a informação que sera enviada) e um transceptor, que é o dispositivo responsável por enviar tal informação.

Tecnologia RFID aplicada a eventos

Pode parecer loucura trazer uma tecnologia utilizada em guerras para o universo dos eventos. Porém, devido a sua versatilidade, isso tem sido cada vez mais comum.

Como dito anteriormente, é possível armazenar dados nessas etiquetas. Assim, as informações que geralmente são impressas nos tickets convencionais (nome, cpf, valor, número do ingresso, etc.), são gravadas nas etiquetas RFID.

Por isso, a tecnologia RFID traz diversos benefícios para você, produtor e para o seu público. Separamos alguns deles para ilustrar como esse sistema pode te ajudar a organizar um grande evento.

Para o produtor

Maior controle do fluxo de pessoas: Normalmente a validação de um ticket impresso é feita através da leitura do seu código de barras, o que pode implicar em perda de tempo e gerar filas imensas. Já com a pulseira RFID, a validação é finalizada no momento em que o participante aproxima a pulseira do leitor, tornando o processo de check-in mais rápido e prático.

Menor índice de falsificação: Um dos principais benefícios das pulseiras RFID, é o combate à falsificação. Como cada participante recebe uma pulseira com suas informações, a chance de existir ingressos falsos ou repassados é quase nula. Além disso, a pulseira vem equipada com um lacre inviolável que ao ser retirado, danifica a pulseira.

Gestão e conhecimento do público: O sucesso de um evento está diretamente relacionado ao quanto os produtores conhecem o seu público alvo. Esse tipo de sistema RFID, registra todas as interações que o participante realiza com a pulseira. Assim, você consegue saber o padrão de consumo e de movimentação do público dentro do evento.

Para o público

Redução de filas: Além de armazenar os dados pessoais do participante, as pulseiras RFID são capazes de armazenar créditos que podem ser utilizados para o consumo. Os usuários carregam a pulseira e ao realizar a compra, esses créditos são descontados. Assim, o sistema de fichas deixa de existir, reduzindo ainda mais o tempo gasto em filas.

Mais segurança: Caso o participante perca sua pulseira é possível desabilitar a tag rapidamente. Isso impede que outra pessoa a utilize de maneira indevida.


Bom, esses foram alguns dos benefícios que o avanço da tecnologia pode trazer para o seu evento. Se você quiser saber mais sobre como modernizar e ampliar os ganhos da sua produção, sugerimos a leitura dos seguintes artigos:

• Por dentro do universo cashless

• Descubra que já está utilizando a tecnologia cashless no Brasil