Diferenças entre o pagamento cashless e os pagamentos tradicionais

30 de janeiro de 2019 - Cashless

Provavelmente você já ouviu falar do modelo de pagamento cashless. Grandes eventos já estão utilizando esse tipo de sistema em suas produções e o impacto causado tem sido muito positivo.

Pagamento Cashless

O cashless vem causando tal impacto, devido a sua capacidade de aumentar a receita dos eventos que o escolhem. Quer saber como?

Confira o nosso post até o final que você irá descobrir.

Como funciona o pagamento cashless?

Diferentemente dos meios de pagamentos tradicionais, com o cashless não é preciso o uso de moedas ou cartões de crédito/débito. Para realizar uma transação cashless, basta possuir algum aparelho com a tecnologia mobile.

Geralmente, os grandes eventos utilizam pulseiras RFID para realizar o procedimento. Para isso, os participantes recebem essas pulseiras e as carregam com crédito pré-pago. Assim, durante o evento, basta escolher o produto e aproximar a pulseira do leitor. Pronto, a transação foi efetuada e os créditos foram descontados.

Outra maneira de implementar o sistema cashless, é utilizando cartões RFID. O sistema funciona da mesma maneira que a pulseira. Porém, esse tipo de solução é mais encontrada em bares e baladas.

“Mas qual modelo é melhor?”

Bom, depende muito do tipo de evento. Se for um bar ou uma balada fechada, é mais fácil utilizar o cartão, visto que, ao final da festa, os participantes podem devolvê-lo.

Agora, se for uma festa grande como blocos de carnaval, grandes festivais e micaretas, a pulseiras são mais indicadas. Através delas, é possível realizar o consumo e também, o controle de acesso. Substituindo os tradicionais tickets de papel.

Quem já está utilizando o pagamento cashless?

Apesar de ser uma novidade para nós, brasileiros, a tecnologia cashless já existe há algum tempo lá fora. E ela não se restringe apenas a eventos. Diversos países já estão implementando esse sistema em importantes áreas do dia a dia da população.

É o exemplo da China, que está extinguindo o dinheiro físico do bolso de seus cidadãos. Por lá, o consumo em restaurantes, bares, lojas e até nos metrôs já está sendo feito através de cartões cashless.

Aqui no Brasil, por enquanto, esse tipo de sistema tem crescido apenas na área dos eventos. Rock in Rio, Lollapalooza e João Rock já aderiram a essa solução e o impacto foi muito positivo.

Porém, operações como a da China, ainda não são muito comuns por aqui. Uma das únicas operações Cashless City do Brasil, aconteceu durante o festival Hacktown, evento cultural que conta com mais de 300 atividades acontecendo simultaneamente pelas ruas de Santa Rita do Sapucaí-MG.

Durante os quatro dias de evento, mais de 30 estabelecimentos da cidade adotaram esse modelo de pagamento. Além de validarem a entrada nas palestras e workshops, os participantes utilizaram suas Smart Braces como meio de pagamento nos bares, restaurantes e lojas de Santa Rita.

Quais são as vantagens desse tipo de pagamento?

Bom, para apontar todas as vantagens do sistema cashless, é preciso dividi-las em duas categorias:

Para o produtor:

 

  • Analisar dados: Sabemos que os dados são o novo petróleo. Implementando esse tipo de sistema, o produtor consegue identificar padrões de consumo e movimentação dos participantes. Assim, diversos insights são gerados, ajudando nas tomadas de decisões durante o evento e facilitando a produção das próximas edições;
  • Facilidade em fechar o caixa: Como todas as transações são realizadas através de dispositivos digitais, o produtor tem acesso a tudo que está sendo comercializado. Assim, as “quebras” de caixa são evitadas;
  • Aumento das receitas: Já falamos por aqui que o sistema cashless oferece mais agilidade para realizar uma compra. Portanto, a conta é simples, quanto mais pessoas comprando, maior será a receita;
  • Mais segurança: Esqueça as grandes quantias de dinheiro circulando pelo evento. Tudo é feito digitalmente;
  • Modernidade: Além de todas as vantagens citadas acima, possuir o sistema cashless dá uma cara de inovação e futurismo ao evento.

 

Para os participantes:

  • Reduz o tempo perdido em filas: O sistema agiliza tanto o processo de compra, quanto a validação do ingresso, caso o seu evento conte com uma solução de controle de acesso integrada;
  • Mais agilidade para efetuar uma compra: De 2 minutos para 10 segundos, em média;
  • Mais segurança: Não é preciso possuir dinheiro e cartões de crédito/débito;
  • Maior controle: Com o sistema, o participante consegue acompanhar o seus gastos em tempo real.

E aí, curioso para saber como o sistema cashless pode te ajudar a impulsionar as vendas e satisfazer ainda mais o seu público? Entre em contato com o nosso time que explicaremos como tudo isso funciona. Só clicar aqui